domingo, 1 de maio de 2011

Um pequeno jornalista no Japão

  

      Mal o dia começou ... e o grupo de jornalistas juntou-se à equipa de resgate.

     O dia anterior tinha sido desgastante, pois não tinhamos encontrado sobreviventes. Pode ser que hoje o dia corra melhor e possamos salvar alguma vida.

     Passamos a manhã a percorrer as ruas à procura de algum sinal de vida.

    Próximo do meio dia, ouvimos uns toques que vinham de umas ruínas; fomos a correr e com grande esforço, a equipa de salvamento retirou uma riança dos escombros. Ficamos todos emocionados. Eu, como único jornalista do Diário de Notícias a fzer esta reportagem no Japão, mal podia acreditar que estava a viver neste momento. Senti-me emocionado como se estivesse a assistir ao nascimento de uma criança.

    Continuamos a fazer a nossa reportagem, registando tudo aquilo que de uma forma ou de outra pudéssemos mostrar ao Mundo.

    Mal chegamos ao hotel, depois de jantar, redigimos as nossas histórias, contando o que presenciamos, para, depois de enviadas, se tornarem notícias no nosso país.

     Quando estou na cama, penso na minha família...aqui  só há tristezas...    Já faltam poucos dias para eu voltar ao meu país e poder abraçar a minha família e amigos de quem tenho muitas saudades.

João Gouveia, 7.º C

Sem comentários:

Enviar um comentário

Escritor Jorge Courela

Sessão de autógrafos  No passado dia 27 de Abril tivemos a presença do escritor Jorge Courela na nossa escola que nos pr...