quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Amor é encontrar o céu


Amor é encontrar o céu
Despertar dum só
Ver um comportamento nunca visto
Realizar um sonho imprevisto

Mas senti uma força irreversível
Uma força sem odor
Um poder indestrutível
Era o Amor

Depois de tanto amar
De olhar nos olhos cintilantes
A arte de cantar
Os teus olhos brilhantes

Deixamos de ser um só
Passamos a ser dois corações
Separados de um amor imperdível
De um caminho atribulado
Algo incompreensível
O Amor

Miguel Cristina, n.º 16, 9.º D

Sem comentários:

Enviar um comentário

Escritor Jorge Courela

Sessão de autógrafos  No passado dia 27 de Abril tivemos a presença do escritor Jorge Courela na nossa escola que nos pr...